Com o ataque aos direitos do trabalhador, por meio da última reforma realizada, muitas pessoas que realizam atividades no comércio e em diversas outras categorias, assediados muitas vezes pelos patrões, tem questionado o papel dos Sindicatos e muitas vezes até de departamentos essenciais dessas entidades, como por exemplo, o departamento jurídico.

Nesta matéria vimos esclarecer alguns pontos importantes relacionados ao assunto:

– Muitos trabalhadores questionam o porquê devem procurar os advogados do Sindicato e a resposta é simples: qualquer trabalhador ou trabalhadora pode escolher o advogado que quiser, mas os advogados do Sindicato conhecem melhor do que qualquer um os problemas e as demandas da categoria que seu sindicato representa. Além de conhecer as leis trabalhistas,  conhecem a Convenção Coletiva de Trabalho. Além disso, conhecem os problemas que todo dia chegam ao Sindicato em relação às empresas: direitos que estão sendo descumpridos, valores que deixam de pagar, enfim, avaliando a necessidade da busca da Justiça do Trabalho.

Em segundo lugar, os advogados do sindicato são acessíveis e estão sempre no Sindicato, nos plantões ou no escritório e explicam o que acontece no andamento de cada processo aos seus clientes.

Além disso, ajuizar uma ação individual, normalmente, gera a demissão do trabalhador(a) reclamante, motivo pelo qual a maioria opta por não ajuizar ação. Quando o Sindicato ajuiza ações em substituição processual a entidade sindical cobra estes direitos na Justiça do Trabalho.

Também pode o Sindicato fazer pressão e movimento para que a empresa cumpra esses direitos, mesmo antes de ajuizar qualquer demanda.

Outra situação que mostra essa importância, é que, rompido o contrato de trabalho por meio da demissão, o jurídico do Sindicato procura ver se existem direitos que não foram corretamente pagos e, havendo tal situação, cobrá-los na Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *